Multa a advogado que abandona o processo

Projeto diminui multa e transfere punição de advogado para a OAB

Pompeo de Mattos: punição de advogado faltoso deve ser feita apenas por meio de processo disciplinar. Em tramitação na Câmara, o Projeto de Lei 6196/09 estabelece que, apurada a ausência do advogado durante o processo, o juiz deverá comunicar o fato à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para o procedimento disciplinar e a imposição da multa.

 Apresentado pelo deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), o projeto acrescenta dispositivos ao Código de Processo Penal (Decreto-Lei 3689/41). A proposta também reduz para um a dez salários mínimos o valor da multa imposta ao advogado que abandonar o processo, que hoje é de dez a 100 salários mínimos.

Conselho de ética

Segundo o deputado, a punição do advogado que incorre em falta injustificada, para não ofender as prerrogativas profissionais, deve ser feita apenas por meio de processo disciplinar, respeitados os princípios do contraditório e da ampla defesa, pelos Conselhos de Ética e Disciplina da OAB, a quem compete fiscalizar e disciplinar a atuação dos profissionais.

O deputado informa ter apresentado o projeto por sugestão do presidente da seccional gaúcha da OAB, Claudio Pacheco Prates Lamachia, com o apoio do presidente do Conselho Federal da entidade, Cezar Britto.

Tramitação

O projeto será analisado em caráter conclusivo pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

Esta entrada foi publicada em Destaques. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta