TJ do Rio de Janeiro promove 21 Juízes

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio, desembargador Luiz Zveiter, deu posse a 21 juízes removidos para outras serventias. As mudanças, que seguem os critérios de antiguidade e merecimento, foram decididas na sessão do último dia 24 de setembro, pelos desembargadores do Órgão Especial. Os magistrados promovidos são oriundos da Entrância Especial, distribuídos pelas comarcas da Capital, de Niterói, de Duque de Caxias e de São Gonçalo, além das regionais do Méier, de Madureira e da Barra da Tijuca.

“É uma grande honra presidir esta cerimônia de posse de remoção de muitos colegas. Quando passei para o lado de cá, pois era advogado, tive como meta principal valorizar os magistrados e servidores, tanto a nível tecnológico quanto de pessoal. O advogado quando ganha a sua causa tem o seu pagamento; e o magistrado, a satisfação de um dever cumprido. E esses magistrados que estão hoje aqui, são amigos que estão mudando de posição dentro do cargo, que o cumprirão, tenho a certeza, com a mesma dedicação e competência de antes”, afirmou o presidente Zveiter.

Os juízes promovidos por antiguidade foram: Gloria Heloiza Lima Silva Martins Casarin, para a 4ª vara Cível do Méier; Leonardo Grandmasson Ferreira Chaves, para a 6ª Vara Cível da Comarca de Duque de Caxias; Margaret de Olivaes Valle dos Santos, para 6ª vara da Fazenda Pública da Capital; Antonio Alves Cardoso Júnior, para o Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Comarca de Duque de Caxias; Sônia de Fátima Dias, para a 11ª Vara de Órfãos e Sucessões; Plínio Pinto Coelho Filho, para a 3ª Vara da Fazenda Pública da Capital; para Adillar dos Santos Teixeira Pinto, para o Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Comarca de São Gonçalo; Geraldo da Silva Batista Júnior, para o I Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher e Especial Criminal da Comarca de Campos dos Goytacazes; Marcelo de Sá Baptista, para a 14ª Vara Criminal da Comarca da Capital; Murilo Andre Kieling Cardona Pereira, para a 3ª Vara Criminal da Comarca da Capital – 3º Tribunal do Júri; e Renato Lima Charnaux Sertã, para a 8ª Vara da Fazenda Pública para a Comarca da Capital;

E os magistrados promovidos por merecimento foram: Beatriz Prestes Pantoja, para a 8ª Vara Cível da Comarca de Niterói; Sandro Pitthan Espindola, para a 1ª Vara Regional de Família de Madureira; Ricardo de Andrade Oliveira, para o 9º Juizado Especial Cível da Comarca da Capital; Eduardo Antonio Klausner, para a 7ª Vara da Fazenda Pública da Comarca da Capital; Elizabeth Machado Louro, para a 4ª Vara Criminal da Comarca da Capital – 4º Tribunal do Júri; Fabiano Reis dos Santos, para a 8ª Vara Cível da Comarca de São Gonçalo; Andrea Fortuna Teixeira, para a 26ª Vara Criminal da Comarca da Capital; Antonio Augusto de Toledo Gaspar, para a 3ª Vara Empresarial da Comarca da Capital; Maria Celeste Pinto de Castro Jatahy, para a 4ª Vara de Família da Comarca da Capital; e Augusto Alves Moreira Júnior, para a 3ª Vara Cível Regional da Barra da Tijuca.

Participaram também da solenidade a procuradora-geral do Estado, Lúcia Léa; o juiz auxiliar da presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) e secretário geral do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Fernando Florido Marcondes; o juiz auxiliar da presidência do Tribunal do Estado de São Paulo, Richard Francisco Chequini; o juiz auxiliar da presidência do CNJ, José Guilherme Vasi Werner; e o chefe da Assessoria Internacional do STF, João Batista Magalhães, entre familiares e amigos dos magistrados empossados.

 

Esta entrada foi publicada em Destaques. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta